Últimas notícias

1 de outubro de 2014

“Jesus nunca existiu”, defende historiador americano

Em entrevista ao Daily Mail, Michael Paulkovich afirma que estudou 126 escritores da época e nenhum cita Jesus 



O historiador americano Michael Paulkovich defende que Jesus Cristo não tenha existido e que, na verdade, se trata de uma lenda urbana – ou do deserto. Segundo ele, 126 escritores da época e de séculos seguintes à suposta crucificação de Jesus nunca sequer mencionaram seu nome e sua história.

As informações são do Daily Mail. Paulkovich estudou autores entre o primeiro e o terceiro século. Para ele, a falta de conhecimento ou menção indica que o Cristo não tenha realmente existido e pode ter sido inventado por rabinos que queriam ter algum líder para seguir. Em seu livro recentemente publicado (No Meek Messiah), o pesquisador afirma ser bastante estranho que Jesus não seja conhecido por tantos escitores da época – e destaca que detalhes da vida do Messias nunca tenham sido revelados, nem por aqueles que seriam seus discípulos. 

“Paulo não sabe nem onde, nem quando Jesus viveu e considera a crucificação como uma metáfora”, defendeu. Segundo seus estudos, que estão no livro “No Meek Messiah”, apenas um livro continha a menção de Jesus, o chamado “As Guerras Judaicas”, escrito pelo historiador romano Flávio Josefo, em 95 depois de Cristo, mas a citação pode ter sido acrescentada pela editora em uma reedição. Além disso, o historiador afirma que no livro de Marcos, na Bíblia, a história da ressurreição de Cristo teria sido editada. 

“Falsificadores acrescentaram depois o conto da ressurreição fantasiosa”, diz ele. A teoria do historiador é bastante controversa, já que a maioria dos estudiosos afirma a teoria de que Jesus realmente existiu e era um judeu da Galileia nascido entre 7-4 A.C e morreu entre 30 a 36 DC. Entre os estudiosos também é amplamente aceito que Jesus tenha sido batizado por João Batista e crucificado na ordem do prefeito romano Pôncio Pilatos.

Comentando o assunto: Agora, depois de você ter lido isso, me responde essa pergunta: Se Jesus não exisitiu, então quem foi o esperto que dividiu a história em A.C e D.C (antes e depois de Cristo)? Só isso por hoje!!

Gospel Channel

Leia Mais

30 de setembro de 2014

Aretha Franklin lança novo single e em 24 horas supera os 900 mil views

Uma das vozes mais conhecidas da música gospel internacional, lançou seu novo single ontem, dia 29/09 na plataforma VEVO, e hoje já superou as 900 mil visualizações no YouTube. 





Foto Registro:


Desde de ontem, circula pela rede o áudio de Aretha Franklin cantando Rolling in the Deep, da Adele. A versão faz parte de um conjunto de covers que a cantora quer gravar, relendo músicas de divas contemporâneas. O álbum Aretha Franklin Sings the Great Diva Classics ainda deve contar com músicas de Gloria Gaynor, Barbra Streisand and Sinéad O’Connor. 

Mas a sensação é mesmo Adele. Na noite de ontem (29), Aretha deu uma passada no programa de David Letterman, e apresentou a música.



A canção está à venda em diversas plataformas digitais:
  iTunes, Amazon, Spotify e Google Play

Gospel Channel
Leia Mais

29 de setembro de 2014

Banda Vasos de barro apresenta seu primeiro CD ao público

‘Nas Mãos do Oleiro’ é o nome do primeiro CD da banda mineira Vasos de Barro. 

O lançamento nacional aconteceu no programa ‘Balaio’, da Rede Super de TV, no dia 27 de setembro. Ao lado do apresentador Alex Passos, a banda conduziu a plateia e os telespectadores em momentos de muito louvor e alegria e exibiu o clipe oficial da música tema do projeto. As 11 faixas do CD ‘Nas Mãos do Oleiro’ trazem uma sonoridade contemporânea, com influências do pop rock e do alternativo. Esse som é somado à linguagem poética e à mensagem do Evangelho, que percorre todo o CD. As canções são de autoria do vocalista da Vasos de Barro, Thiago Teodoro.



“Nós amamos cantar a Palavra e acreditamos que, quando unimos o poder da Palavra à música, isso se torna algo inexplicavelmente lindo e poderoso no mundo espiritual, alcançando vidas, desafiando e trazendo liberdade. Queremos que essas canções motivem as pessoas a verem e a adorarem a Jesus” explica Thiago.

 A produção do ‘Nas Mãos do Oleiro’ conta com profissionais conhecidos da música cristã nacional. O CD foi produzido por Willian Dowglas e foi mixado e masterizado pelo engenheiro de áudio Jordan Macedo. A fotografia e o projeto gráfico ficaram por conta do fotógrafo Marcus Castro e da Imaginar Design. O CD já está disponível para todo o Brasil na loja virtual da banda, no site www.vasosdebarro.com.br.


Gospel Channel com Thiago Teodoro (assessoria)
Leia Mais

Novo disco de Lydia Moisés tem data de lançamento confirmada

No dia 07 de outubro será oficialmente lançado o mais novo trabalho da cantora Lydia Moisés, o álbum "Vai Tudo Bem". O lançamento será simultâneo nas versões físico e digital, sendo que o produto estará disponível para a venda em mais de 50 plataformas. 



 Já no dia 03 de outubro estreará no canal exclusivo da cantora na VEVO, o Lyric Video da canção "Instrumento de Deus", o primeiro single deste novo trabalho. Por falar em single, a música seguirá para as rádios em todo o Brasil na próxima semana. A cantora participará de uma série de ações promocionais em função do lançamento nas próximas semanas.



Gospel Channel com Sony Music
Leia Mais

Não foi o pastor e nem a Marina (evangélica).. mas os gays piram com uma dessas!

Provocador Gospel - Ai se tivesse sido Marina Silva ou o pastor Everaldo ter falado que aparelho excretor não reproduz, a casa teria caído pro lado dos evangélicos, mas quem disse isso foi o candidato Levy Fidelix. 



Ao ser questionado pela candidata do PSOL, Luciana Genro sobre o por que das famílias se recusarem em reconhecer como famílias a união de casais homossexuais, ele disparou essa frase que você leu acima. E claro, os gays classificam a posição dele como homofóbica - Extremamente homofóbica-, só isso que eles sabem fazer. Tudo por aqui virou homofobia. Homofóbico é quem fala que é contra casamento de pessoas do mesmo sexo. Homofóbico é pastor que não casa pessoas do mesmo sexo - aliás, pra se casar em uma igreja evangélica, que eu saiba, tem que ser membro da igreja - Homofóbico é o pai que ensina seus filhos que sexo é entre homem e mulher. Assim denúncia como homofobia alguns gays por aí. 

Homofobia é quando um gay é espancado por causa de sua decisão em ser gay. Não é aceito em algum trabalho por causa de sua opção sexual. Defender a família tradicional não é homofobia, mas temos que concordar que Fidelix respondeu pesado, mas também jogaram pesado com ele!!

Ai se tivesse sido o pastor ou a Marina!! ai ai ai...

PS: Foi impressão minha, ou a Record blindou a Dilma?

A frase: "Tenho 62 anos, pelo que eu vi na vida, dois iguais não fazem filho, e digo mais, aparelho excretor não reproduz", disse Fidelix. - "Se começarmos a estimular isso aí (o casamento gay), a população do Brasil vai cair de 200 milhões para 100 milhões. Vai andar pela Paulista pra você ver."

 Provocador Gospel - Gospel Channel
Leia Mais

27 de setembro de 2014

Hollywood convida pastores para participarem de produções de filmes

Um núcleo de mídia e especialistas de cinema solicitou recentemente para que pastores participem mais das etapas do processo criativo das produções de Hollywood. 



A chamada aos pastores ocorreu no último fim de semana, durante o evento 168 Film Festival, em Burbank, Califórnia (EUA), que debateu sobre os cristãos na mídia e contou com a presença de ministros. De pleno acordo, o Pastor Grady Williams, da Powerhouse Christian Fellowship, se mostrou contente em saber que há gente que pensa desta forma em Hollywood, e ressaltou que "o espírito de Deus pode usar todos os tipos de filmes". 

 "Nós não podemos jamais substituir a obra do Espírito. Mas acabei de me alegrar hoje, ao descobrir que há muito sal e luz em Hollywood e na indústria do entretenimento", afirmou Williams. Fundador do evento, o diretor-executivo John David Ware relatou que o debate teve vital importância, pois considera que 2014 é o ano dos filmes cristãos no cinema. 

 O comentário de Ware se justifica por este ano ter ocorrido o lançamento de grandes produções cristãs, como: Noé, com Russell Crowe; Deus Não Está Morto, com Kevin Sorbo (do seriado Hércules); e O Filho de Deus, baseado na série The Bible. 

 O diretor-executivo ainda acrescenta que se as "parábolas de Jesus provam que a história pode mudar a cultura", por conta dos filmes de fé os pastores são bem-vindos, a participar e contribuir com a evolução das produções cinematográficas. Segundo ele, os pastores podem auxiliar no diálogo sobre o estado atual da mídia e oportunidades baseadas na fé, envolvidas por este ambiente atual propício ao cristianismo na grande tela.

Gospel Channel Brasil - Luciano Portela do C.Post
Leia Mais

26 de setembro de 2014

Marina critica ‘políticos evangélicos’

Em “agenda secreta” com 200 lideranças evangélicas, a presidenciável Marina Silva (PSB), ela própria missionária da Assembleia de Deus, apontou diferenças entre “evangélico político” e “político evangélico”. 



 O segundo grupo “instrumentaliza a fé” ao transformar “púlpitos em palanques” e vice-versa. Aí que mora o perigo, segundo a candidata: “Vocês sabem que jamais fiz isso”. Com voz elevada, afirmou que não pode adotar um discurso “de conveniência” entre “irmãos e irmãs” –defende “entre quatro paredes” a mesma coisa que grita “do telhado”. 

 A defesa do Estado laico prevaleceu em seu discurso. “Conheço pessoas que não professam nenhuma fé e que são mais éticas do que outras que arrotam a fé todo dia.” Ela refutou a “visão equivocada” de que, por ser evangélica, tentaria impor sua religião aos demais. Citou como exemplo seu habitat político: não tentou “transformar” nem o judeu Walter Feldman nem a católica praticante Luiza Erundina, ambos coordenadores de campanha seus. 

 Lembrou também que Eduardo Campos, que liderava a chapa presidencial do PSB antes de morrer numa queda de avião, “era um homem de fé”, outro “católico praticante”. Marina fez um breve apanhado de sua carreira e pediu que a morte de Eduardo Campos seja “um sofrimento que concorra para um bem”. Ela repetiu fala recorrente de que “governará com os melhores”. Fez uma crítica velada a alianças de PT e PSDB no passado: “Acho que será mais fácil dialogar com FHC e Lula do que com Sarney e Antonio Carlos Magalhães”. Foi uma das poucas alfinetadas na manhã desta sexta-feira (26). Sob intenso ataque da petista Dilma Rousseff (PT) e do tucano Aécio Neves, Marina diz a estratégia será “oferecer a outra face” e “não tentar “destruir” nenhum dos dois. “O Deus que me ama ama também a Dilma, ama também o Aécio.” 

 ‘SÓ DE GLÓRIA’ 

 Fora da agenda que a candidata divulga diariamente para a imprensa, o evento começou às 10h30, no clube Homs, na avenida Paulista. Para introduzir, o Hino Nacional e, em seguida, um hino gospel. Nesse momento, a pastora Valnice Milhomens, sentada ao lado da “amiga ferrenha” Marina, levantou-se da primeira fila, virou-se para a plateia, agitou os braços como um maestro e pediu que o público cantasse o refrão “agora só de glória”.

 Com blusão branco afivelado por cinto marrom, saia longa e estampada e coque preso por uma fivela, Marina foi chamada para dividir mesa com os pastores Valnice, Ed René Kivitz (Igreja Batista da Água Branca) e Lélis Marinho, do conselho político da Assembleia de Deus. Aí as fronteiras entre religião e política viraram gelatina. 

 Lélis ressaltou que ela seria “presidente de todos os brasileiros” sob o “princípio primordial do temor ao Senhor”. Em seguida, disse que “princípios éticos e morais estão sob ameaça”, sem especificar quais. Considerado progressista, Ed René afirmou que “o imaginário da nossa sociedade” confunde “evangélico com xingamento”. É preciso combater a ideia de que ser evangélico é ser “ignorante, moralista, intransigente, homofóbico, intolerante”, continuou. Pediu ainda “respeito às consciências individuais” e “compromisso com a defesa dos direitos humanos e das minorias”. 

 O problema é a “caricatura nefasta” dos evangélicos, incentivada por “ufanismo e messianismo” no meio gospel, disse à Folha o pastor, que guarda certa semelhança física com o candidato a governador Alexandre Padilha (PT). Segundo Ed René, Marina “fica louca” com esse tipo de postura. “Igreja não pode ser parte do governo, assim como Corinthians não pode ser parte do governo Lula”, disse. 

 NÃO NOS REPRESENTA 

 Há alhos e bugalhos entre evangélicos, disse um pastor convidado, na mesa do cafezinho. Ecoava uma ideia recorrente entre a plateia: líderes como Silas Malafaia e Marco Feliciano têm projeção na mídia, mas estão longe de ser unanimidade no segmento. Malafaia, por exemplo, “não teve qualquer influência” na decisão de Marina em retirar trechos pró-direitos LGBT de seu programa de governo, segundo Valnice. A líder da Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo trata o episódio como um “engano”, e não um “recuo” da candidata, já que Marina nunca teria defendido o casamento homoafetivo. “Tem uma constituição que é a Bíblia sagrado.

 E ela diz que Deus criou macho e fêmea”, disse, acrescentando que a presidenciável pensa como ela. A pastora diz fazer um jejum de 40 dias antes das eleições (“me alimento praticamente da cruz”), uma “feliz coincidência” com o número de Marina nas urnas, também 40.

Anna Virgínia - Gospel Channel com Folha
Leia Mais

Maluf se compara a Jesus Cristo para explicar candidatura barrada

SÃO PAULO — Demonstrando muito bom humor e invejável estado de saúde no auge de seus 83 anos, o candidato à reeleição a deputado federal Paulo Maluf (PP) comparou seu atual momento político às “injustiças sofridas por Jesus Cristo, Getúlio Vargas e ex-presidente Juscelino Kubitschek”. 



Na terça-feira, o Tribunal Superior Eleitoral negou o registro de candidatura do deputado Paulo Maluf (PP-SP) em razão da lei da Ficha Limpa. Apesar de inelegível, Maluf continua sua campanha e realizou uma carreata na manhã desta sexta-feira, na região central da capital paulista. 

 — Meu eleitor, como todo eleitorado de São Paulo, é esclarecido pois lê jornal, internet e ouve rádio. Sabe que me impugnaram em 2006, 2010 e agora em 2014 e sou candidato. É o ônus da vida pública. Jesus Cristo, Getúlio Vargas e Juscelino também foram injustiçados. Me sinto orgulhoso por todas as obras que fiz por essa cidade e estado — declarou Maluf. 

Maluf ainda fez questão de dizer que não está impedido de fazer campanha eleitoral. 

 — Não estou impedido de fazer campanha e meu número vai estar na urna eletrônica. Adote esse número que é de um bom candidato — falou. 

Os advogados do deputado vão recorrer da decisão. O recurso será interposto, primeiramente, junto ao TSE. O ex-prefeito de São Paulo, entre os anos de 1993 a 1996, fez questão de explicar o imbróglio jurídico pelo qual o registro de sua candidatura é questionado na Justiça Eleitoral com base na Lei da Ficha Limpa. 

 — A Lei da Ficha Limpa foi feita a dez mãos entre as quais as minhas, pois sou membro da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara Federal. E foi colocada expressamente na lei que qualquer condenação por improbidade administrativa deve ser por dolo ou enriquecimento ilícito. Para Maluf, o acórdão publicado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) sobre o caso no qual foi condenado por irregularidades na construção do complexo viário Ayrton Senna é claro ao não trazer os elementos necessários que justifiquem a cassação de candidatura com base na Lei da Ficha Limpa. 

 — O caso do túnel, construído pela Empresa Municipal de Urbanismo (Emurb), não traz esses elementos. A diretoria está se defendendo disso. E no caso do prefeito a condenação foi culposa. É preciso separar processo cível, criminal e eleitoral. Não sou inelegível. 

 O otimismo exacerbado de Paulo Maluf é baseado na jurisprudência com base em acórdãos anteriores publicados pela Justiça a respeito de casos semelhantes. — O resultado foi 4 a 3. Dois ministros votaram pelo registro da minha candidatura e dois advogados contra. Prefiro ficar com os ministros. Vamos continuar, dentro do estado de direito, a nos defender sem nos enervar ou expressar qualquer tipo de tristeza. Eu sou o maior ficha limpa da cidade de São Paulo! 

 Sobre a campanha à Presidência da República, Paulo Maluf crê num segundo turno baseado nas pesquisas divulgadas até o momento. E sua candidata é Dilma Rousseff. 

 — Eu vou votar em Dilma Rousseff porque é a melhor instrumentada e é a mais competente nesse momento. Não dá pra trocar os pneus com o carro andando. Em nível estadual, o deputado federal fez questão de elogiar o atual governador Geraldo Alckmin, mas deixou claro que o estilo de governar do tucano é completamente diferente do seu. 

 — Ele é um homem de bem, honrado. Não reprovo seu estilo, mas o meu é adverso. Por exemplo, eles dizem estar desacelerando o aumento da violência e isso pra mim não é motivo de alegria. Eu já teria mandado a rota para rua, pois bandido bom é bandido na cadeia. O policial tem medo de andar de farda na rua quando vai embora para casa. E se ele tem medo, imagine nós? Temos de andar de carro blindado? A crise hídrica pela qual passa o estado de São Paulo, segundo Maluf, não é culpa da falta de chuva, mas da falta de investimento na ampliação do Sistema Cantareira. 

 — Quem projetou o Sistema Cantareira foi o engenheiro Reynaldo de Barros, meu prefeito. Quem realizou 90% da obra foi Paulo Maluf . Depois disso pouco foi feito. Falta água não é porque não chove, é porque não houve investimento. Não tem de pedir para a população economizar, mas para a Sabesp não jogar 20% da água fora todo dia. Essa diretoria da Sabesp, se eu fosse governador, já estaria no olha da rua! 

Gospel Channel com informações de O Globo
Leia Mais

Confira o making of da sessão de fotos do novo CD de Rozeane Ribeiro "Heróis da fé"




Gospel Channel Brasil - No última quarta-feria (24), a cantora Rozeane Ribeiro realizou a sessão de fotos do seu novo álbum "Heróis da fé".

Rozeane Ribeiro, Leandro Prado (Observ Design) e Josefo Flávio (esposo)
Rozeane tem apresentado ao público CDs pentecostais produzidos com muita execlência, desde os arranjos musicis até o projeto gráfico. Dessa vez não vai ser diferente. A produção musical do trabalho são dos produtores Clebynho e Lenno Maia e quem vai cuidar do projeto gráfico será a agência Observ Design. 

Confira abaixo o Making Of:


Gospel Channel
Leia Mais

25 de setembro de 2014

A música -Gospel- chegou no Google Play

Gospel Channel Brasil - Semana passada o Gospel Channel trouxe ao ar uma matéria especial falando do mercado de músicas digitais, que em 2017 vai superar a venda de CDs físicos. (Leia aqui)



Agora o Google play vem aí para ser a principal concorrência ao iTunes, e já começa com vantagens, a compra de músicas é em Real-R$, e outra vantagem é o preço muito mais barato do que os praticados em lojas físicas e lojas virtuais. Não é pra menos que as gravadoras, como a MK Music e a Aliança já estão incluindo o encarte digital junto com o download dos álbuns completos. 

A guerra de CDs físicos x virtual agora realmente está decretada.

Gospel Channel





Leia Mais

Confira o clipe "Cadeias quebrar" (Break Every Chain) de Soraya Moraes


Gospel Channel Brasil - "Cadeias quebrar" é o single oficial do álbum "Céu na terra", lançado ano passado pelo Sony Music. Esse ano o disco recebeu a indicação ao Grammy Latino, e foi muito bem merecido. "Céu na terra" teve uma excelente produção musical, que contou com Paulo César Baruk, Esdras Gallo e Marcos Moraes. O resultado foi um CD belíssimo, com faixas arrebatadoras, com destaque para "Céu na terra", "Cadeias Quebrar", "Silêncio de Deus" e "A vitória está em ti".



"Break Every Chain" é uma canção de muitoa repercussão nos Estados Unidos, interpretada por Tasha Cobbs. 

Gospel Channel Brasil
Leia Mais

24 de setembro de 2014

Confira os cantores brasileiros indicados ao Grammy latino 2014

O álbum Geração de Jesus, do cantor Jotta A, lançado no final do ano passado pela Central Gospel Music, está concorrendo como finalista na 15ª edição do Latin Grammy Awards na categoria de Melhor álbum de música cristã em língua portuguesa. A lista de indicados foi anunciada hoje (24/09), em uma ação da Academia através da internet. 



 O CD Geração de Jesus é o segundo de Jotta A pela gravadora e foi produzido por Daniela Araújo e Jorginho Araújo. O trabalho possui 12 faixas com músicas que contemplam o público jovem, com letras que alertam sobre o perigo das drogas, bullying e outras situações vivenciadas nessa fase da vida, e também canções congregacionais de adoração a Deus, com três composições de sua própria autoria. 

Além do álbum Geração de Jesus, foram indicados os CDs Graça, de Aline Barros, Anderson Freire e Amigos, de Anderson Freire, Céu na Terra, de Soraya Moraes e Renascer Praise 18 – Canto de Sião, do grupo Renascer Praise. 

Aline Barros e Anderson Freire são os representantes da MK Music no 15th Annual Latin Grammy Awards. Anunciados na manhã desta quarta-feira (24), pela Academia Latina de Música (LARAS), os CDs Graça e Anderson Freire & Amigos estão entre os indicados a Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa. A gravadora mais uma vez comemorou.

O Grammy

A 'Latin Academy of Recording Arts & Sciences, Inc' foi criada em 1997, mas apenas em 2000 fez a primeira premiação das melhores produções fonográficas da América Latina, o Grammy Latino - que acontece por votação dos membros da academia. Devido ao grande crescimento da música gospel no Brasil, em 2004, foi criada a categoria de Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa - já que em 2002 e 2003 o prêmio era entregue ao Melhor Álbum Cristão (Best Christian Album), onde concorriam CDs em português e em espanhol - e Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Espanhola. Desde a primeira edição da categoria específica (2004) a gravadora MK Music tem sido representada pelos seus cantores e seus respectivos álbuns. 


A entrega do prêmio será dia 20 de novembro, em Las Vegas.

Gospel Channel

Leia Mais
Inscreva-se
Procurados
Top Semanal

Inscreva-se Via Email

© Gospel Channel SMK Company - All rights reserved | Designed By SMK Design