Audiência pública discutirá caso de preconceito



Professor foi demitido de escola no DF por tocar música sobre beijo lésbico para alunos

O Estruturação, grupo LGBT de Brasília, e a deputada distrital Erika Kokay decidiram pela realização de uma audiência pública e a elaboração de um requerimento para que a Câmara Legislativa receba oficialmente informações sobre o processo administrativo instaurado na regional de ensino de Brasília, a respeito da demissão do professor Márcio Barrios.

O professor de inglês foi despedido do Centro de Língua Brazlândia (DF) por apresentar aos alunos a música “I Kissed a Girl” de Katy Perry. A escola alegou desobediência do professor que havia sido orientado a não usar material que tratasse de homossexualidade.

“Vamos utilizar todos os meios possíveis para que o preconceito demonstrado pela escola e pela Secretaria de Educação do DF não vença. No mais, por incentivo desse caso, vamos aprofundar a questão sobre como o sistema público de ensino da capital federal trata, conceitualmente e de forma prática, a diversidade de orientação sexual e de identidade de gênero, prevista como ponto de debate nos Parâmetros Curriculares Nacionais, que regem a educação nacional”, declara Milton Santos, presidente do grupo Estruturação.

Ainda segundo Santos, a audiência pública será um momento para cobrar o cumprimento do que foi decidido na I Conferência Distrital LGBT, realizada em 2008 pelo Governo do Distrito Federal e pela sociedade civil. “O que é preciso ser feito para uma educação inclusiva e humana está no produto dessa conferência. Agora queremos a concretização dessas propostas.”

FONTE-DIKERAMA

Comentários

Mais vistas da semana