Page Nav

HIDE

Grid

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ad

//

Últimas Notícias

latest

Papa pede paz em missa em meio a preocupações com segurança

Segurança na Basílica de São Pedro foi reforçada após ataques em Roma. Pelo segundo ano, Missa do Galo foi antecipada por saúde de Bento X...


Segurança na Basílica de São Pedro foi reforçada após ataques em Roma. Pelo segundo ano, Missa do Galo foi antecipada por saúde de Bento XVI.

O Papa Bento XVI pediu durante a celebração da Missa do Galo, nesta sexta-feira (24), véspera do Natal, em meio às preocupações com segurança após ataques a duas embaixadas em Roma, na quinta.

"Nesta hora, cheios de gratidão, nós nos juntamos no canto de todos os séculos, canto que une o céu e a terra, anjos e dos homens. Fazei com que muitos se juntem a vocês no amor mais e mais e assim nos tornaremos um povo de paz", disse o Papa na tradicional celebração na Basílica de São Pedro, no Vaticano, lotada por cerca de 10 mil cristãos.

Mais cedo, Bento XVI acendeu a vela na sua janela, na Praça de São Pedro, dando início às celebrações no Vaticano. Esta é a sexta Missa do Galo celebrada pelo pontífice. Como no ano passado, a celebração foi antecipada em duas horas para poupar a saúde do Papa, que tem 83 anos.

A segurança foi reforçada em Roma e no Vaticano após as duas explosões nas embaixadas da Suíça e do Chile na capital italiana, na quinta-feira (23). Grupos anarquistas reivindicaram a autoria dos ataques, que feriram duas pessoas.

"Senhor, cumpre por inteiro a tua promessa. Quebra as varas dos opressores. Queima as botas ressonantes (dos soldados). Faz com que termine o tempo das fardas ensanguentadas", pediu o pontífice durante a homilia.

"Te damos graças por tua bondade, mas também te rogamos: mostra o teu poder. Ergue no mundo o domínio de tua verdade, de teu amor; o reino de justiça, amor e paz", disse Bento XVI.

O Papa falará mais no sábado, dia de Natal, durante a tradicional mensagem antes da bênção "Urbi et Orbi" ("à cidade e ao mundo"), na qual geralmente fala sobre os conflitos mundiais.

Nesta sexta, o santo padre destacou que Jesus Cristo, "justamente em sua debilidade de criança", mostra "diante dos poderes presunçosos do mundo a fortaleza própria de Deus". "Este menino acendeu nos homens a luz da bondade e deu a eles a força para resistir à tirania do poder", afirmou o pontífice.


Gospel Channel com Reuters, G1 e France Presse

Nenhum comentário