Silas Malafaia desmente a revista FORBES e prepara ação judicial

A sucursal brasileira da revista norte-americana Forbes publicou uma reportagem onde enumera os cinco pastores mais ricos do Brasil.

 Em primeiro lugar está o bispo Edir Macedo (Igreja Universal do Reino de Deus), cuja renda divulgada pela revista é de aproximadamente US$ 950 milhões. 

Em segundo lugar aparece o nome do apóstolo Valdemiro Santiago (Igreja Mundial do Poder de Deus), com uma fortuna estimada em US$ 220 milhões, de acordo com a Forbes. Na terceira colocação surge o nome do pastor Silas Malafaia, cuja fortuna é estimada em US$ 150 milhões, de acordo com a revista.

 O Líder e fundador da Igreja Internacional da Graça de Deus, missionário R. R. Soares, ficou em quarto lugar com um patrimônio estimado em US$ 125 milhões.

 Na quinta posição ficou o casal Apóstolo Estevam Hernandes Filho e bispa Sonia Hernandes, ambos líderes e fundadores da Igreja Renascer em Cristo, com fortuna de aproximadamente US$ 65 milhões. A Forbes informou que os dados obtidos para esta reportagem foram concedidos através do Ministério Público e pela Polícia Federal. Forbes Brasil.

O pastor Silas Malafaia comentou sobre o assunto, e esclareceu essa informaçã falsa:
 
Existe um jogo muito bem organizado para denegrir pastores evangélicos a fim de que a sociedade tenha uma ideia de que pastor é um malandro usurpando dinheiro de imbecis e idiotas a fim de se locupletar. Como sou psicólogo, aprendi que para a mente humana acreditar em alguma coisa são necessárias várias repetições. 

Se você não tem consistência na sua mente sobre a verdade, uma mentira várias vezes repetida para você, passa a ser uma verdade no seu processo mental. E é este o jogo: construir um preconceito da sociedade em relação a pastores e as igrejas evangélicas. Estão com um medo danado do nosso crescimento. Agora deixa eu desmentir essa “safadeza” inescrupulosa da Forbes Brasil em relação a minha renda:

 1- Eu sou o pastor que nunca neguei informação a nenhum veículo de mídia, tanto é que meu patrimônio, receita da Associação Vitória em Cristo, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, da Editora Central Gospel, já foram publicadas por diversas entrevistas que dei, entre as quais, as páginas amarelas da revista Veja.

 2- Não tenho medo, nem o que esconder do meu patrimônio, porque tudo o que possuo foi constituído de maneira legal, tanto diante da lei dos homens, quanto das leis de Deus. E mais, há 25 anos não recebo salário de pastor, não que seja errado ou pecado. A Bíblia diz que digno é o obreiro do seu salário. Foi uma decisão de foro íntimo da minha relação pessoal com Deus.

 3- Se juntarmos a receita da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, QUE NÃO É MINHA, mais a receita da Associação Vitória em Cristo, QUE NÃO É MINHA, com mais o faturamento da Editora Central Gospel, que é minha propriedade, e mais as ofertas voluntárias que recebo por palestras dadas, somando tudo isto, não dá a metade do que eles anunciaram como receita pessoal minha. É só para vocês verem a safadeza e a cachorrada desses inescrupulosos.

 4- Tudo o que tenho de patrimônio pessoal e renda, estão declarados na Receita Federal. Não tenho nada a temer ou a dever. Dizer que a informação da minha renda foi dada pelo Ministério Publico do Brasil e pela Polícia Federal é uma afronta a essas instituições sérias, porque eles não tem autoridade legal para fornecer nenhum tipo de informação como esta. Mais uma vez para provar a mentira desses safados, mediante a isto, entrarei com uma ação judicial contra a Forbes Brasil.

Verdade Gospel
gospelchannel@globomail.com 

Comentários

Anônimo disse…
Na China as religiões foram proibidas de terem lucro. Está se sentindo ofendido, pare de viver em função do dinheiro e da MALDITA TEOLOGIA DA PROSPERIDADE. Não é isso que Deus quer, não é disso que Deus precisa. Os pastores de hoje nada se diferem da igreja católica da Idade Média, vendendo indulgências. Viu o perfume de Cristo da Bp. Sônia Hernandes? Viu a Fronha Milagrosa e a Meia Milagrosa do Ap. Valdemiro? Vocês deveriam se envergonhar. Mas o Senhor está vendo, e Ele há de julgar. Um dia veremos esses bandidos que só pensam em dinheiro diante de Deus, aí sim, quero ver qual vai ser a explicação.

Fabio Dorneles - fabiodorneles@live.com
Thiago Scorza disse…
Uhu eu quero é mais... Esse é o tipo de assunto que eu nao me meto por nao entender. Mas fica o aviso, um dia tudo será julgado por Deus, e quem não deve não teme... e ponto final, agora se a carapuça servir... receba hahaha
Erlan Silva disse…
Acredito pastor Silas Malafaia
Anônimo disse…
Olá colega congregado, hei de concordar com o amigo (ou primo) que existem exageros pricipalmente pelas igrejas Neo-pentecostais, mas no geral as igrejas evangelicas tradicionais e pentecostais tem agido de forma transparente como no caso do pastor Malafaia que meteu um processo na Forbes e colocou suas suas contas a disposicao. Quanto aos mais espertinhos creio eu que eles sejam USADOS por Deus e nem sempre APROVADOS restando no final de tudo a famosa balancinha. Agora se voce tem uma formula magica que permita edificar, administrar, zelar, etc... de uma igreja sem gastar dinheiro, por favor, passe-me por email, só de papel higienico e copo descartavel nos gastamos mais de 300 reais por mês. KKKKK Um abraco... eniomorais@hotmail.com
Anônimo disse…
Como tem gente cega...enquanto existir gente assim...as Receitas deles tendem a aumentar!
O único medo do "Adolfo Malahomofobia" é de o povo se tocar e pararem de "doar" a obra...KKK

ACORDA..........POVO

Jesus fez tudo o que fez, e não frequentou igreja, não tinha CNPJ, jatinhos, fazendas, Emissora de TV...

Vou parar por aqui...se não esse comentário vira uma "bíblia"
Fabio Dorneles disse…
Enio, me aponte apenas dois homens de Deus que ficaram ricos depois que começaram seus ministérios. Pode ser Profeta, Juiz, discípulo, apóstolo, qualquer um. Você não vai encontrar, sabe porquê? Por que não existiu. Não é bíblico. E mesmo assim a palavra foi pregada e se difundiu. Há algo de muito errado acontecendo nos dias de hoje...
Fabio Dorneles disse…
Enio, me aponte apenas dois homens de Deus que ficaram ricos depois que começaram seus ministérios. Pode ser Profeta, Juiz, discípulo, apóstolo, qualquer um. Você não vai encontrar, sabe porquê? Por que não existiu. Não é bíblico. E mesmo assim a palavra foi pregada e se difundiu. Há algo de muito errado acontecendo nos dias de hoje...
HUGO disse…
Cada ministério é uma minitério, amado.
A aline barros é milionária, certeza, mas eu que nem fa dela eu sou, vejo Deus agindo através da voz dela.
Jesus veio humilde, viveu na terra com humildade pra poder nos mostrar o quão "simples" é o reino dos Céus, mas se ele vivesse como um Rei, ensinando as parábolas, repreendendo os escribas vestido com as melhores roupas, ele seria menos adorador? menos exemplo? menos Messias?

Vou parar por aqui...se não esse comentário vira uma "bíblia"

Mais vistas da semana