Não é só no Brasil: Protesto contra casamento gay reúne milhares de pessoas em Paris



Uma multidão invadiu as ruas de Paris na tarde deste domingo para protestar contra o casamento entre homossexuais, em uma última mobilização antes da adoção definitiva do projeto de lei que legaliza a união e adoção por casais do mesmo sexo. 



Milhares de pessoas, entre as quais muitas famílias, se reuniram em frente ao Arco do Triunfo, ao longo de um trecho de 5 km. Organizadores do ato estimaram cerca de 1,4 milhão de presentes. Já a polícia calculou cerca de 300 mil pessoas. 


 Em um palanque, o deputado da UMP (União para um Movimento Popular), principal partido de direita, Henri Guaino, que havia convocado os manifestantes a "censurarem" o governo "nas ruas", declarou aos participantes: "Em 13 de janeiro vocês eram um milhão. Vocês são muito mais hoje". 

A última manifestação de opositores ao casamento gay reuniu em 13 de janeiro 340.000 pessoas, de acordo com a polícia, e quase um milhão, segundo os organizadores.

A polícia de Paris informou que "os números definitivos serão comunicados no início da semana". 

Os organizadores esperam desta vez uma "melhor visibilidade" do "número de participantes" e um "efeito de massa". 


 A polícia usou gás lacrimogêneo para barrar manifestantes que tentavam invadi o Champs-Elysées em um perímetro interditado aos organizadores da manifestação."Entre 100 e 200 pessoas tentaram forçar uma barreira policial para entrar nos Champs-Elysées", explicou um porta-voz da polícia. 



O presidente da UMP, Jean-François Copé, presente na manifestação, pediu que "François Hollande preste contas" após famílias terem sido vítimas de gás lacrimogêneo.

Líderes da Frente Nacional (extrema-direita) também estavam presentes. 

Telões foram instalados do Arco da Defesa até o Arco do Triunfo. Faixas foram penduradas nas varandas: "Não toquem em minha filiação", "Queremos emprego, não casamento gay". 

VALORES
 
"Não desistiremos", assegurou Marie, 30 anos. "Viemos defender o fato de que a família composta por um pai e uma mãe é o melhor para as crianças", ressaltou. 



Durante uma breve entrevista, Frigide Barjot, uma das principais organizadoras do evento, exortou o presidente Hollande a se concentrar mais nos problemas econômicos do país em vez das famílias: "Queremos que o presidente cuide da economia e deixe a família em paz", declarou. 

Os opositores querem pedir a Hollande que retire o texto para ser submetido a um referendo. 


 Segundo eles, este projeto, que possibilita o casamento e a adoção por casais do mesmo sexo, "perturba totalmente a sociedade, negando o parentesco e a filiação natural" e isso teria "consequências econômicas, sociais e étnicas incalculáveis".

Gospel Channel International
Thomas Samson/AFP
gospelchannel@globomail.com

Comentários

Anônimo disse…
Temos que questionar o que achamos q não é bom!!!...estão certíssimos em tb protestar!!
Anônimo disse…
Pedimos Licença para estarmos divulgando um link da nossa página ``Tempo com Deus`` reflexões, Palavra de Deus, tudo feito para edificar as nossas vidas! Obrigado, segue o link: http://www.facebook.com/hebreus313?ref=hl
Lucas de moraes disse…
Genteee encarte do DVD Um espetáculo de Adoração no meu blog !! Acessem e comentem lá !!!
http://turmagospel.blogspot.com.br/2013/03/exposicao-de-encartes-6.html
Pessoal do Gospel Channel, deem uma olhada tbm !!
Anônimo disse…
A cantora Beatriz da MK é a favor dos gays.
Grazianne Lima disse…
Acho um absurdo um blog publicar em menos de um mês 2 matérias mostrando hostilidade contra os gays. A primeira sobre o casal Gay que abusou sexualmente do filho, e a outra dessa manifestação. Já não basta o Sr Silas Malafaia, Feliciano e outros agora ainda esse blog.
Discordar da Homossexualidade não é desculpa para denegrir a imagem dos homossexuais. Existem pessoas boas e pessoas más em todos os grupos de nossa sociedade. Logo um Blog como esse que recebe milhares de acessos todos os dias não pode de maneira nenhuma denegrir ou querer manchar nenhum grupo social existente, indiferente de religião, costumes ou etc.
Matérias como essas influenciam ainda mais a cabeça das pessoas que já são por natureza preconceituosas a Homossexualidade, ainda mais quando se trata dos Evangélicos. Acho que deveria se expor aqui, mais uma procura por uma vida santa e outras coisas do mundo Gospel, ao invés de expor matérias como essa, com cunho explicitamente preconceituoso.
Pedro disse…
Não entendo o que esse blog ganha com isso!
Anônimo disse…
cara o blog não estar errado, afinal é um blog informativo! cremos na Bíblia em um todo, não apenas algumas partes! não é o Feliciano (que não me representa tb) e nem o Malafaia que incita a homofobia apenas somos contra a prática, e fomos porque cremos na Bíblia e temos que entender e aceitar! Não estou comprando briga e nem te desafiando, estou apenas colocando o ponto de vista cristão!
Prefiro Ser anonimo disse…
Noss,Parabéns Grazianne lima! A partir de agora voce ganhou minha TOTAL admiração. Falou muito bem!
Isso mostra que nem todos os evangélicos são alienados.Opinião própria é pra poucos.

E voçe fez isso muito bem...

Merece replayer:

"Discordar da Homossexualidade não é desculpa para denegrir a imagem dos homossexuais."

Mais vistas da semana